Cães com medo de fogos de artifício. O que fazer?

medo-de-fogos

Ola pessoal!

O final do ano está chegando e o que mais me dói é o pavor que os nossos peludos sentem por causa dos fogos de artifício. Nos sentimos impotentes, pois nosso desejo é evitar que eles sofram.

Com isso precisamos traçar planos para diminuir seu estresse, confesso que eu tenho horror a fogos, imaginem eles com audição super apurada.

O ideal é trabalharmos com meses de antecedência, pois mudanças de comportamentos não são imediatas. Não da pra resolver problemas comportamentais em cima da hora. Fazendo uma analogia com os humanos, será que dá pra tratar uma pessoa que tenha fobia de alguma coisa em uma semana? Com certeza não.

Quanto antes começarmos melhor.

Segue algumas dicas para ajudá-los:

– Não deixe seu cão sozinho em casa, principalmente quando você sabe que ele tem medo de fogos.

– Faça simulações com CDs sem medo de fogos de artifício(podem ser encontrados em lojas virtuais) para dessensibilizá-lo.  O ideal é fazer associação com algo que o seu cão goste como petisco ou brinquedos. Vá aumentando o volume gradativamente até que ele se acostume com o barulho.

– Coloque uma coleira com plaquinha de identificação. Caso exista uma fuga aumentam as chances de ser encontrado.

– Faça uma caminhada vigorosa algumas horas antes da queima de fogos, quando estão mais cansados relaxam com mais facilidade.

– Feche as janelas de sua casa para abafar o som, ligue a televisão ou o rádio (pode ser musica clássica, sempre acho que os cães tem excelente gosto musical).

– Você pode acostumá-lo a usar uma casinha ou caixa de transporte como se fosse uma toca. Se o seu peludo eleger um cantinho deixo-o lá (alguns ficam debaixo da cama), é sinal que ele se sente mais seguro neste local.

– Temos também a homeopatia, mas consulte com antecedência um veterinário homeopata.

– Para casos muito graves existem medicamentos alopáticos que só podem ser receitados por um veterinário comportamentalista.

– Uma ótima opção são as hospedagens mais distantes dessas agitações que deixam nossos peludos mais tranquilos. E ainda oferecem brincadeiras com recreadores, passeios em trilhas e pra quem gosta de nadar eles tem piscina. Eles voltam cansados e relaxados (Eu queria ir pra lá, mas só aceitam peludos).

*Recomendamos a hospedagem Thunghats Resort (www.tunghats.com.br/resort/) no Rio de Janeiro.

Se precisarem de alguma ajuda em casa, fazemos consultoria comportamental no Rio de Janeiro. Para maiores informações entre no link http://angeldogs.com.br/consultoria.html

Peço com todo carinho que tenham paciência com nossos peludos que ficam apavorados e bom final de ano.

Grande abraço

Beatriz Duarte

Treinadora Especializada em Comportamento Canino

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *