Por que meu cão destrói minhas coisas?

destruição

Existem vários fatores para os nossos cães destruírem objetos e por incrível que pareça não é por raiva, mesmo que pareça. Muitos clientes relatam que quando chegam em casa e veem alguma coisa destruída seu peludo se esconde e faz cara de culpado.

Na verdade nesse momento, mesmo que por frações de segundos nossa postura muda, damos sinais de que algo esta errado, além disso, depois de tantas broncas diárias seu peludo começa a associar sua chegada a broncas, com isso a primeira coisa a fazer quando você chega é se esconder, afinal quem iria ficar pra levar bronca?

Sempre falo para os meus clientes, os cães não são nenhum pouco burros, pelo contrário são muito inteligentes.

Muitos cães passam uma boa parte do dia sozinha em casa esperando o nosso retorno. Roer objetos, arranhar o sofá ou portas também pode estar ligado à ansiedade e frustração de não ter nada pra fazer ou estar com muita energia acumulada.

A mastigação é um comportamento perfeitamente normal para cães de todas as idades. Cães selvagens e domésticos podem passar horas mastigando ossos. Esta atividade mantém suas mandíbulas fortes e os seus dentes limpos.

Os filhotes destroem, pois estão trocando os dentes o que gera um grande incomodo e a melhor maneira que eles têm de se aliviar é destruindo objetos.

Para os cães mais velhos, é a maneira de combater o tédio e poder aliviar a ansiedade, o tédio ou frustração.

A falta de exercício é um dos principais fatores que podem transformar seu cão em uma verdadeira maquina de destruição. Toda essa energia reprimida deve sair, a destruição de objetos é uma das formas que eles têm para aliviar essa frustração.

Além disso, se seu cão passa o tempo todo seguindo você em todos os lugares (até no banheiro), ele vai ser mais dependente da sua presença e ter mais dificuldade de ficar sozinho de forma tranquila.

Os itens mais destruídos são os pessoais (é claro que temos a turminha que destrói até parede).

Mas por que os nossos pertences pessoais? Seus pertences pessoais são cheios do seu cheiro.

Segue abaixo algumas dicas para evitar esse tipo de problema:

1-    Exercício físicos diários de 45 minutos dependendo do grau de energia que o seu cão tem, não basta ser só no fim de semana, tem que ser todos os dias. E até para cães que vivem em casas com espaço (já se imaginou em casa sem nunca poder sair, se ponha no lugar do seu cão). Caminhadas liberam endorfina e seretonina neurotransmissores que dão sensação de bem-estar, aliviando o estresse. Chegando em casa cansado o cão vai descansar.

2-    Brinque mais com seu cão. Além de caminhar, as brincadeiras são uma parte importante da interação do seu cão com você. Jogar bola, frisbee, correr de pique-pega e etc

3-    Se não tem como supervisionar mantenha seu peludo num bom espaço restrito, onde ele não tenha nada pra destruir, principalmente filhotes evitando que ele desenvolva o mau hábito. Pode parecer ruim, mas é para a própria segurança do seu peludo, imagine se ele mastigar um fio e levar um choque. Com o tempo ele vai aprender a se comportar e poderá ficar livre por toda casa.

4-    Fornecer um ambiente calmo também ajudará seu peludo a ficar mais calmo. Ambientes muito agitados costumam induzir o cão a ficar ansioso.

5-    Enriquecimento ambiental

Entretenha o seu cão quando você estiver ausente. O momento mais comum do dia que o seu cão se torna mais destrutivo é quando você está ausente. Ofereça brinquedos com texturas e formas diferentes.

Procure fazer rodízios, não ofereça tudo de uma vez.

Em caso de dúvida quanto a alimentação e os ossos consulte seu veterinário.

Abraços,

Beatriz Duarte

Treinadora especializada em comportamento canino

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *